CulturaNews

18ª edição do Fest Aruanda celebra o Fortalecimento do Audiovisual Brasileiro e Paraibano com Homenagens, Lançamentos e Compromissos para o Futuro

A 18ª edição do Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro, foi aberta na última quinta-feira (30) em João Pessoa, na Paraíba. O evento contou com a presença de autoridades, patrocinadores e artistas, que destacaram a importância do festival para o fortalecimento do audiovisual paraibano e brasileiro. Sala lotada com quase 500 pessoas.

A solenidade de abertura foi realizada no Cinépolis Manaíra Shopping, com a exibição dos filmes “Aruanda”, de Linduarte Noronha (1960), e “Nada Será Como Antes – A Música do Clube da Esquina”, de Ana Rieper (2023).

Em um conjunto rítmico de cultura, também tivemos o lançamento dos livros, “Os Sonhos Não Envelhecem: Histórias do Clube da Esquina” e “De Tudo se Faz Canção: 50 Anos de Clube da Esquina”, com a presença do autor Márcio Borges autografando os livros.

A 18ª edição do Festival Aruanda homenageia os atores naturais do filme “Aruanda” (1960), de Linduarte Noronha. Antônia Carneiro dos Santos e Erico Paulino Carneiro, que participaram do longa-metragem, receberam o prêmio das mãos do cineasta Lúcio César e da atriz Norma Goes, que reforçou a potência do cinema negro: “O cinema negro está sendo produzido”.

O governador da Paraíba, João Azevedo, reafirmou o compromisso com o audiovisual paraibano e disse, em primeira mão, que o estado irá destinar recursos para a plataforma Aruanda Play, serviço de streaming que exibe ampla gama de conteúdos audiovisuais com selo paraibano de produção.

Rejane Nóbrega, representante do Ministério da Cultura na Paraíba, destacou a importância do Fest Aruanda para a inclusão do cinema paraibano. “O festival é uma oportunidade para que os jovens e veteranos da Paraíba possam mostrar seu trabalho para o Brasil e o mundo”, afirmou. Para Izabel Carvalho, representante da Rede Paraíba de Comunicação, “O Festival Aruanda torna a reprodução dos sonhos de tantos jovens e veteranos possível”.

Os representantes das empresas patrocinadoras também discursaram e destacaram o apoio ao festival e o compromisso com a cultura paraibana. Durante a solenidade, o presidente da Cinépolis, Luis Gonzaga de Luca, recebeu o troféu Aruanda pelas mãos do governador João Azevedo.

O Fest Aruanda segue até o dia 6 de dezembro, com uma programação que inclui mostras competitivas de curtas e longas-metragens (nacional e nordestino), mostras internacionais, retrospectivas, sessões Cine Aruandinha, Escola Pública, Caleidoscópio Universitário e Produção Independente.

Assessoria

Ana Celia Macedo
Ana Célia Macêdo é bacharela em Comunicação Social, com habilitação em jornalismo, pela Uninassau João Pessoa (PB) e Teóloga pela Faculdade Internacional Cidade Viva (PB). É membro da Abrajet e da API. Por sete anos foi editora do site de Comunicação para o Turismo e revista O Concierge. Também idealizou e produziu o Fórum Estratégias Inteligentes para um Turismo Ágil (Eita). Ana Célia, adora contar histórias, viajar e escrever sobre suas experiências de viagens dentro e fora do Brasil e por causa disso criou o blog Minuto Turismo, onde também escreve sobre sustentabilidade, economia criativa, produção associada ao Turismo e sua cadeia produtiva. Simultaneamente, a jornalista atua como assessora de imprensa, bem como desempenha atividades de produção intelectual. Ela é pesquisadora no campo da inovação para o Turismo, seu projeto Guias de Turismo em Rede, foi selecionado para participar do Incoday, junto a outras 13 ideias de projetos de pesquisa e desenvolvimento em colaboração, do Brasil e exterior. O Projeto, ou seja, a plataforma “We Guide” (Solução para contratação do serviço do guia de turismo), também foi selecionada para compor as 12 startups iniciais do Parque Tecnológico Horizontes de Inovação em João Pessoa na Paraíba. Contato: ana@minutoturismo.com.br

Deixe um comentário