Projeto Meji reúne Maria Kamila e Sebastianismos em show acústico

A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) realiza, na próxima sexta-feira (28), mais uma edição do projeto Meji. O show reunirá a paraibana Maria Kamila (da banda Os Gonzagas) e o mexicano radicado no brasil Sebastianismos (nome artístico do músico Sebastian Piracés-Ugarte, da banda Francisco, El Hombre), que acaba de lançar seu projeto solo acústico. O encontro será às 20h, e entrada é 1kg de alimento não perecível, que pode ser entregue na hora do show.

A iniciativa tem o objetivo de promover o intercâmbio entre artistas da Paraíba, de outras regiões do país e internacionais. A palavra que dá nome ao projeto vem do yorubá e traz a representação de duas partes, duo, dupla, dois caminhos. As edições são quinzenais, trazendo sempre duas personalidades – uma da música nacional ou internacional e uma local – que se encontram para somar seus talentos com apresentações em formato acústico. No palco, os artistas têm seus momentos solo e em duo.

Sebastianismos – O cantautor Sebastianismos acaba de lançar seu novo álbum “Tóxico Acústico” nas plataformas digitais. Cada pessoa lida com as dores que os aflige de maneiras diferentes. O cantor e compositor Sebastianismos, por exemplo, se encontra “no papel, na caneta, na voz e no violão”. A necessidade de extravasar os sentimentos e sempre na busca da renovação em meio ao caos, o artista apresenta seu novo álbum fazendo releituras de suas composições mostrando seu lado cantautor. Com três álbuns na sua discografia-solo, “Sebastianismos” – 2020 e “Tóxico”- 2021, “Tóxico Acústico” – 2022 e alguns singles lançados.

“Voltar a tocar nesse formato, agora com meu projeto solo, é um desafio, mas é um desafio muito libertador. O show acústico é um certo retorno às origens, com o principal objetivo de alcançar novos públicos e estar mais próximo de quem já acompanha Sebastianismos”, afirma o artista.

As angústias escritas no papel viraram composições e partiram sonoramente do “tropical punk”, no qual o pop punk, punk rock e o emo ganham contornos mais abrasileirados em formato voz e violão.

Maria Kamila – É natural de Mamanguape-PB. Seu primeiro trabalho profissional como cantora foi na banda de Reggae Emboscada, em 2011. No ano seguinte, passou para o mundo do Pop Rock, dando voz à banda Evabraw, e nesse meio tempo também fez parte do coral Grazzi de Sá, da UFPB. Em 2013 ingressou no curso de Música da UFPB, onde fez parte do laboratório de educação musical infantil. A partir de 2014 começou a cantar com bandas bailes de João Pessoa. Foi no ano de

2015 que Maria percebeu seu amor pela música nordestina e criou a banda Imbalança. Em 2017, entrou na banda Os Gonzagas após ser aprovada em uma audição e se tornou a primeira mulher a integrar o grupo do qual faz parte até hoje. Participou do programa global The Voice Brasil no ano de 2019 e desde então, vem lançando singles com seu companheiro Daniel Pina, além do trabalho autoral da banda. Atualmente a cantora divide seus horários com ensaios, shows e gravações d´Os Gonzagas, ministrando aulas de canto, trabalhos publicitários e produzindo seu projeto solo.

Projeto Meji

Dia 28/10/2022 | 20h

Atrações: Sebastianismos (México/Brasil) e Maria Kamila (PB)

Local: Sala de Concertos Maestro José Siqueira

Entrada: 1 kg de alimento não perecível

Funesc

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Telegram
Email
X
LinkedIn

Deixe um comentário

Área reservada para anuncio

378 x 296
🎙️MinutoCast