CotidianoNews

Agência de viagem de João Pessoa completa 30 anos de atividade

Elizia Lopes / divulgação

Esta quinta-feira (30) marca mais uma página na história da agência de viagem Internacional Turismo, instalada em João Pessoa, no bairro de Tambauzinho. A empresa está celebrando o aniversário de 30 anos de fundação e nem mesmo a pandemia da covid-19 foi capaz de fechar as suas portas e encerrar as suas atividades.

Nessa data, ao celebrar três décadas de trabalho, a empresária faz uma retrospectiva e entende que a pandemia foi o seu maior desafio, pois o setor de Turismo parou quase que 100% e até hoje enfrenta muita dificuldade, apesar da retomada das atividades de quase todos os segmentos da cadeia produtiva. “O pior já passou, mas ainda há muito que se trabalhar”, pontua Elizia Lopes

Desde 1991, mantemos a nossa filosofia de que, mais que conquistar clientes, é preciso ter competência de mantê-los e desenvolvê-los. Nosso slogan é fazer a ‘sua melhor viagem”
Elizia Lopes



De acordo com a empresária, a agência já vem retomando as vendas para o setor internacional. Ela entende que as restrições e a lentidão na reabertura das fronteiras de alguns países para os brasileiros têm sido prejudicial para o mercado, em especial, para quem comercializa pacotes para o exterior. “Já estamos conseguindo vender, até porque muitos brasileiros já estão vacinados e, apesar do empecilho das vacinas que nem todo país está aceitando todas, as pessoas estão começando a ter confiança de viajar”, disse.

Se as vendas para o exterior continuam lentas, para o mercado nacional elas começam a ser aceleradas. “Estamos com muita procura. Os pacotes para o Natal Luz, em Gramado (RS), é um dos destinos mais procurados, vendemos super bem. No Nordeste, a venda de resorts está muito bem também, com muitas reservas”, reforça a empresária.

A Internacional Turismo foi reaberta desde outubro do ano passado, mas somente nos últimos meses o setor tem sentido melhora considerável. “Apesar dos preços terem dado uma disparada, as pessoas não aguentam mais ficar em casa. Muita gente já está se organizando para viajar no próximo ano e estamos tendo procura para muitas datas e destinos. Agora é preciso que se abram as fronteiras com maior rapidez, com responsabilidade, ajudando as pessoas a terem mais confiança e segurança na hora de optar por algum destino. Se abrirem as fronteiras com menos restrições, acredito que conseguiremos preços menores e mais opções de roteiros”, afirma Elisia Lopes.

Ana Celia Macedo
Bacharela em Comunicação Social, pela Uninassau João Pessoa (PB). É Jornalista especializada em Turismo e membro da Associação Brasileira de Jornalistas e Escritores de Turismo seccional Paraíba (Abrajet PB). Durante sete anos foi editora do site de Comunicação para o Turismo, O Concierge, por onde também lançou a revista com o mesmo nome e idealizou e produziu o Fórum Estratégias Inteligentes para um Turismo Ágil (Eita). Adora contar histórias, viajar e escrever sobre suas experiências de viagens dentro e fora do Brasil e por causa disso criou o blog Minuto Turismo, onde também escreve sobre economia criativa, produção associada ao Turismo e sua cadeia produtiva. Simultaneamente, Ana Célia atua como assessora de imprensa e de comunicação, bem como na produção intelectual, escrevendo textos para livros e revistas, blogs, sites, e-books, podcasts, spots, palestras, copy, cursos on-line, projetos e relatórios. Comprometida com a transformação social e espiritual do ser humano, ano passado, se tornou graduanda em Teologia na Faculdade Internacional Cidade Viva João Pessoa (PB). Contato: ana@minutoturismo.com.br

Deixe um comentário