Artesanato de João Pessoa é destaque no estande do Ministério do Turismo na ABAV Expo

O artesanato de João Pessoa ganhou destaque no estande do Ministério do Turismo (Mtur) na ABAV Expo, maior evento do setor turístico nacional, que acontece até esta sexta-feira (23), no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. O espaço promocional do Mtur enaltece as experiências das 12 Cidades Criativas brasileiras participantes da Rede Mundial da Unesco – entre as quais, a Capital paraibana é a única representante no segmento Artesanato e Arte Popular. Seis peças pessoenses estão expostas por lá.

A ABAV Expo teve início nesta quarta-feira (21). O convite para o evento foi feito diretamente pelo Mtur à Diretoria de Economia Criativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedest) de João Pessoa, responsável pela coordenação das atividades da Capital paraibana dentro da Rede da Unesco. As peças selecionadas para a exposição integram o acervo do Celeiro Espaço Criativo e do Museu de Artesanato Paraibano, e abrangem diversas tipologias, como madeira, cerâmica, renda e metal. Cada uma delas está acompanhada por um painel com informações técnicas.

De acordo com a diretora de Economia Criativa da Sedest, Marianne Góes, as peças representam um recorte de toda diversidade e amplitude que o artesanato paraibano e pessoense tem. “Ficamos muito honrados com o convite do Ministério do Turismo. É um reconhecimento do trabalho que vem sendo realizado por João Pessoa como Cidade Criativa. Além disso, a ABAV Expo vai servir de vitrine para toda a arte e criatividade dos nossos artesãos”, destacou.

Turismo – A coordenadora de Inteligência de Mercado do Mtur, Andréa Guimarães, explicou que o estande no evento tem o objetivo de apresentar as experiências criativas do Brasil. “E nada melhor do que uma exposição com o artesanato diverso e potente de João Pessoa para instigar os visitantes a conhecer a cidade e sua cultura”, disse, complementando que a Capital paraibana é referência no artesanato. “Tanto, que possui várias peças premiadas mundialmente”, frisou.

Muito além das belezas e peculiaridades das peças expostas, Andréa Guimães chamou atenção para a importância delas para o fomento do setor turístico pessoense. “O artesanato é um ativo fundamental para o desenvolvimento do turismo local, pois ele conecta a riqueza cultural de João Pessoa ao visitante, o que é um atrativo essencial para o posicionamento da cidade como um destino turístico criativo”, falou.

Rede – Além de João Pessoa com o artesanato, a Rede Mundial de Cidades Criativas da Unesco no Brasil é composta por Campina Grande (PB), como representante nas artes midiáticas; Belém (PA), Florianópolis (SC), Paraty (RJ) e Belo Horizonte (MG), na gastronomia; Brasília (DF), Curitiba (PR) e Fortaleza (CE), no design; Salvador (BA) e Recife (PE), na música; e Santos (SP), no cinema.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Telegram
Email
X
LinkedIn

Deixe um comentário

Área reservada para anuncio

378 x 296
🎙️MinutoCast