CotidianoNews

Conheça cinco países com melhor custo-benefício para fazer intercâmbio

Austrália, África do Sul e Malta são alguns dos locais onde o real é mais valorizado

Rafael Baddini, CPO do Pravaler

Realizar um intercâmbio é o sonho de boa parte dos brasileiros. A experiência contribui para ampliar conhecimentos, pode abrir diversas portas e trazer novas oportunidades para a vida pessoal, acadêmica e profissional. Pensando nisso, e com o intuito de ampliar a atuação para além das linhas de crédito estudantil para o ensino superior, o Pravaler, principal plataforma de acesso e soluções para o ecossistema de educação do Brasil, oferece o financiamento para intercâmbio com valores até 52% mais acessíveis do que a média ofertada pelo mercado.

O diferencial da solução da edfintech está na agilidade, uma vez que, em uma contratação tradicional, o pagamento total da viagem deve ser feito até 90 dias antes da partida para o destino escolhido. Já o estudante que opta pela experiência com o Pravaler pode viajar sem a necessidade do investimento integral prévio, dando liberdade para aqueles que almejam antecipar o sonho de iniciar os estudos fora do país.

“As vantagens e benefícios de um intercâmbio não são segredo para ninguém. Seja para praticar outra língua ou vivenciar uma cultura diferente, ter essa bagagem no currículo faz toda a diferença”, explica Rafael Baddini, CPO do Pravaler. Alguns fatores importantes devem ser levados em consideração no momento da contratação do financiamento para essa finalidade, pois os custos com uma viagem internacional podem variar a depender dos juros e da variação cambial da moeda do país de destino.

O executivo pontua que muitas pessoas tendem a desistir desse objetivo devido a este elevado investimento. “Neste caso, trazemos uma solução que torna esse serviço mais em conta, mas fatores como a moeda de outra localidade e quão valorizado – ou desvalorizado o Real é perante a ela, também são aspectos fundamentais de considerar”.

No caso do Pravaler, os juros são reduzidos, chegando a somente 3,09% a.m. em caso de parcelas fixas até 12 vezes, e a 2,49% a.m. para parcelas fixas de até 24 vezes, sem variações cambiais, além de todo o processo de aprovação, envio da documentação e contratação ser 100% digital.

Segundo Thiago Jorge, gerente Comercial da TravelMate, agência de intercâmbio parceira do Pravaler, “mesmo em momentos de alta das moedas estrangeiras é possível fazer o intercâmbio, principalmente se o estudante tiver organização e cabeça aberta para, se necessário, fugir do óbvio e se abrir para outros destinos surpreendentes”. O especialista destaca cinco países com custo-benefício interessante para brasileiros que desejam economizar, confira:

Austrália
Oferece um ótimo custo-benefício para os viajantes e tem o inglês como língua nativa, o que facilita bastante a comunicação. Além disso, a Austrália conta com uma boa infraestrutura e um clima muito agradável, por ser relativamente parecido com o do Brasil e dispor de excelentes oportunidades de estudo.

Canadá
O país possui vantagens que o diferenciam de outros destinos, pois recebe uma variedade de pessoas com diferentes culturas. Devido a isso, o intercambista poderá entrar em contato e conhecer outros idiomas, especialmente o Inglês e o Francês, ambos muito praticados na região. No quesito educação e lazer, o Canadá tem uma infraestrutura admirável, ampliando ainda mais a experiência do viajante.

Nova Zelândia
Conhecida como a terra dos kiwis — nome que os habitantes locais ganharam em homenagem a um pássaro típico da região — o intercâmbio na Nova Zelândia fica ainda mais exuberante graças as suas belíssimas paisagens. O destino não é tão buscado pelos interessados, mas as possibilidades são imensas a partir do momento em que se está na região, que tem uma boa receptividade aos brasileiros, oportunidades de estudo e trabalho, além de ser um dos países mais seguros do mundo.

África do Sul
Ainda se tem uma ideia de que a África é um continente que não vale a pena visitar durante o intercâmbio e isso não poderia estar mais longe da verdade, pois o destino tem muito a oferecer. Por lá é possível estudar e fazer programa de voluntariado e experimentar uma imersão cultural, belezas naturais e uma ótima receptividade.

Malta
É um dos destinos mais subestimados pelos intercambistas brasileiros por ter como moeda oficial o Euro, uma desvantagem em relação ao Real. Apesar disso, possui um custo de vida menor que outros países de língua inglesa da Europa (inclusive o investimento nos cursos). O clima lá também é bastante atrativo favorecendo até mesmo a ida às praias do país. Outras vantagens para se deslocar até Malta é a gastronomia que é influenciada pela Itália, a facilidade de conhecer outros países do continente e, o melhor, não há necessidade de visto para entrar!

Para saber mais sobre o financiamento para intercâmbio com o Pravaler, clique aqui.

Sobre o Pravaler

O Pravaler é a principal plataforma de acesso e soluções para o ecossistema de educação do Brasil. A companhia, que foi a primeira fintech fundada no País figurando entre as mais importantes, segundo estudo publicado pela KPMG, também se tornou a primeira edfintech brasileira. Com processo de contratação de seus serviços 100% online e menos burocrático, a empresa tem como filosofia gerar oportunidades educacionais, potencializando o que há de melhor na sociedade. No mercado há 22 anos, tem entre seus principais acionistas o Banco Itaú e, em 2021, fez sua primeira aquisição, a edtech Amigo Edu, com o objetivo de ampliar seu portfólio de produtos e serviços. Em 2022, incorporou a tecnologia da Jobis, startup especializada em empregabilidade, com objetivo de criar uma vertical de empregabilidade para auxiliar a entrada de estudantes no mercado de trabalho. Em 2023 adquiriu a Workalove, edtech de orientação e desenvolvimento de carreira, com objetivo de contribuir com toda a jornada acadêmica e profissional do estudante. Nos anos de 2020, 2021 e 2022, foi listada entre as empresas que crescem mais rápido nas Américas pelo Financial Times. Com faturamento de R$ 300 milhões e mais de 500 colaboradores apaixonados por educação, a companhia tem como meta ampliar o acesso à educação e contribuir para a transformação da vida de muitas pessoas.

Ana Celia Macedo
Ana Célia Macêdo é bacharela em Comunicação Social, com habilitação em jornalismo, pela Uninassau João Pessoa (PB) e Teóloga pela Faculdade Internacional Cidade Viva (PB). É membro da Abrajet e da API. Por sete anos foi editora do site de Comunicação para o Turismo e revista O Concierge. Também idealizou e produziu o Fórum Estratégias Inteligentes para um Turismo Ágil (Eita). Ana Célia, adora contar histórias, viajar e escrever sobre suas experiências de viagens dentro e fora do Brasil e por causa disso criou o blog Minuto Turismo, onde também escreve sobre sustentabilidade, economia criativa, produção associada ao Turismo e sua cadeia produtiva. Simultaneamente, a jornalista atua como assessora de imprensa, bem como desempenha atividades de produção intelectual. Ela é pesquisadora no campo da inovação para o Turismo, seu projeto Guias de Turismo em Rede, foi selecionado para participar do Incoday, junto a outras 13 ideias de projetos de pesquisa e desenvolvimento em colaboração, do Brasil e exterior. O Projeto, ou seja, a plataforma “We Guide” (Solução para contratação do serviço do guia de turismo), também foi selecionada para compor as 12 startups iniciais do Parque Tecnológico Horizontes de Inovação em João Pessoa na Paraíba. Contato: ana@minutoturismo.com.br

Deixe um comentário