CotidianoNews

Conheça os perigos do uso exagerado de celulares e computadores

Hiperconectividade pode prejudicar a saúde, mas medidas simples ajudam a minimizar os riscos e melhorar a qualidade de vida

Checar as notificações no smartphone minutos após ter olhado, sentir ansiedade na ausência de internet ou ter necessidade de ficar constantemente conectado a algum dispositivo tecnológico. Se você já agiu dessa forma, fique alerta: a hiperconectividade é um ponto de atenção no comportamento humano nos dias atuais. 

Durante a pandemia, a tecnologia tem desempenhado o importante papel de unir as pessoas mesmo com a distância física e se tornou necessária nos trabalhos, estudos e entretenimento. Porém, o mau uso dos computadores e smartphones, ou a falta de controle na utilização, é responsável por gerar diversos problemas.

“Podemos dizer que a hiperconectividade é prejudicial à saúde mental e física, ligando-se diretamente à falta de concentração, dores nas mãos, lombalgia (dores na região lombar), prejuízo da memória e problemas de isolamento social, dores musculares nos ombros e no pescoço, tendinite e cansaço visual e mental, insônia, irritabilidade, esgotamento físico e mental”, alertou a psicóloga Roberta Mota, da equipe de promoção da Saúde da Unimed João Pessoa e especialista em psicologia clínica e hospitalar.

Ciclo vicioso – Estudos neurológicos comprovaram que o excesso das redes sociais e de conexão tecnológica provocam no cérebro uma reação parecida com as produzidas por drogas. A consequência é um ciclo vicioso em que a pessoa sente extrema euforia pela descarga de dopamina – neurotransmissor que quando liberado provoca a sensação de prazer e aumenta a motivação – e, quando se desconecta, sofre com a sensação de abstinência.

Desta forma, o excesso de informação ao qual estamos expostos com a internet pode ser prejudicial se não soubermos filtrar o que recebemos. “A característica marcante de quem sofre do distúrbio da hiperconectividade é não conseguir ficar longe do celular ou tablet. O aparelho passa a ser como uma extensão da pessoa e no caso de qualquer notificação, surge o sentimento de urgência”, esclareceu Roberta Mota. 

Confira algumas maneiras de evitar esse problema:

* Não leve o celular para a mesa na hora das refeições – Aproveite esse tempo desconectado para interagir com as pessoas do nosso ambiente imediato, com a família ou colegas de trabalho;

* Desative as notificações na hora de dormir – Dessa forma, ocorre o desligamento da conexão com o smartphone e consequentemente facilita o relaxamento;

* Faça detox digital – Desconectar-se é muito importante para recarregar as energias e descansar a mente. Passar um tempo afastado das tecnologias fará muito bem; 

* Busque exercícios que relaxem a mente – Meditar, praticar Yoga, conectar-se com a respiração, fazer relaxamento e alongamento muscular, massagem nas mãos, contemplar o belo e fazer caminhada são alguns exemplos.

Sobre a Unimed JP – Com 49 anos de tradição, a Unimed João Pessoa é uma cooperativa de trabalhos médicos que se consolidou como a melhor e maior operadora de planos de saúde da Paraíba. Além de mais de 1,8 mil médicos cooperados, possui a mais completa rede de assistência médico-hospitalar privada do Estado. São diversos hospitais credenciados, sendo dois próprios – um deles referência em alta complexidade -, além de clínicas, prontos-socorros e laboratórios à disposição de 150 mil clientes. Comprometida com o desenvolvimento sustentável, é signatária do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU). Tudo isso garante à Unimed JP a liderança absoluta no segmento de saúde suplementar no mercado paraibano. Acesse www.unimedjp.com.br.

Outras informações:

Instagram: @unimedjoaopessoa

LinkedIn: /company/unimed-joao-pessoa

Facebook: /unimedjoaopessoa

Twitter: @unimed_jp

Ana Celia Macedo
Bacharela em Comunicação Social, pela Uninassau João Pessoa (PB). É Jornalista especializada em Turismo e membro da Associação Brasileira de Jornalistas e Escritores de Turismo seccional Paraíba (Abrajet PB). Durante sete anos foi editora do site de Comunicação para o Turismo, O Concierge, por onde também lançou a revista com o mesmo nome e idealizou e produziu o Fórum Estratégias Inteligentes para um Turismo Ágil (Eita). Adora contar histórias, viajar e escrever sobre suas experiências de viagens dentro e fora do Brasil e por causa disso criou o blog Minuto Turismo, onde também escreve sobre economia criativa, produção associada ao Turismo e sua cadeia produtiva. Simultaneamente, Ana Célia atua como assessora de imprensa e de comunicação, bem como na produção intelectual, escrevendo textos para livros e revistas, blogs, sites, e-books, podcasts, spots, palestras, copy, cursos on-line, projetos e relatórios. Comprometida com a transformação social e espiritual do ser humano, ano passado, se tornou graduanda em Teologia na Faculdade Internacional Cidade Viva João Pessoa (PB). Contato: ana@minutoturismo.com.br

Deixe um comentário