CulturaNews

Dia do Samba será comemorado na Funesc com apresentação só de mulheres

Renata Arruda / divulgação
Minuto Turismo

No dia em que o Brasil celebra uma data de notória importância para a arte, cultura, ritmo e dança do país, a Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) em parceria com a Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana retoma, de maneira presencial, o Dia do Samba, evento que faz parte de seu calendário anual e que acontecerá no dia 02 de dezembro, às 20h, na Sala de concerto José Siqueira, instalada no Espaço Cultural, em Tambauzinho.

Esta é a terceira edição do Dia do Samba promovido pela Funesc, que neste ano traz ao palco apenas mulheres integrantes da cena do samba na Paraíba. No palco, estarão as cantoras Polyana Resende, Helô Uehara, Savanna Aires, Salete Marrom e Renata Arruda, acompanhadas pela ‘Orquestra Popular de Samba de Mulheres’, com as instrumentistas Wênia Xavier, Carlinha Batera, Dany Dantas, Fabiane Fernandes, Elma Virgínia, Hellenn Leal e Ailma Ribeiro. Os arranjos ficam a cargo de Potyzinho Lucena, parceiro do projeto desde a primeira edição.

“Mais do que um ritmo musical, o samba é uma expressão cultural, que fala muito da nossa história, nosso povo… Por isso, esse patrimônio cultural imaterial é pauta importante na nossa agenda. E para além disto, queremos dar visibilidade aos talentos que encontramos nas mulheres paraibanas, formando assim uma roda de samba só com mulheres no palco”, revelou o presidente da Funesc, Pedro Santos.

A secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Lídia Moura, celebra a parceria com a Funesc que marca a data dando visibilidade as diversas mulheres sambistas que contribuíram e contribuem muito na história e difusão dessa arte. “Esse é um universo fortemente marcado pela presença masculina, entretanto, existem diversas mulheres sambistas que contribuíram e contribuem muito na história e difusão dessa arte, como Clementina de Jesus, Leci Brandão, Dona Ivone Lara, entre outras. Na Paraíba, temos muitos nomes de compositoras e intérpretes que se destacam e teremos a grande oportunidade de viver essa data com apresentação só de mulheres”, afirma Lídia Moura.

De acordo com Polyana Resende, responsável pela direção musical do evento, algumas das participantes se dedicam integralmente ao samba, enquanto outras têm, dentre suas atividades, projetos associados a este gênero musical, como é o caso de Renata Arruda, que circula entre diversos ritmos, mas que já vem apresentando rodas de samba há um tempo.

No palco, metade do repertório será de canções autorais e a outra parte composta por clássicos do samba. “Esse é um ponto crucial do projeto. Como a maioria das cantoras também compõe, o público terá a oportunidade de ouvir tanto músicas que já foram lançadas e que estão, inclusive, disponíveis em plataformas digitais, quanto músicas inéditas”, destaca Polyana.

Em relação aos clássicos do samba, as intérpretes trarão músicas de compositoras consagradas no Brasil, como Ivone Lara e Leci Brandão, além de canções de artistas paraibanos, como Kojak do Banjo e Pedro índio.

Sobre a expectativa para o evento, Polyana ressalta que este será um momento maravilhoso, “porque dificilmente temos em shows e rodas de samba uma formatação exclusivamente feminina, como essa. É um prazer que vamos desfrutar este ano”.

Aos interessados, a entrada para o evento será franca, mas limitada ao número de poltronas disponibilizadas na plateia, reduzida a 250 lugares, devido às recomendações de prevenção contra a Covid-19. Os ingressos serão distribuídos no dia 1° de dezembro , no horário das 9h às 12h e das 13h às 16h, na bilheteria. No local, a Funesc também irá receber doações de alimentos não perecíveis, que serão repassados para a Central Única das Favelas (Cufa).

Convidadas

Polyana Resende / divulgação

Polyana Resende é pernambucana, residente em João Pessoa desde 2002. Começou sua carreira artística na Paraíba e, ao longo dos anos, vem expandindo sua presença na cena cultural de João Pessoa, especialmente no meio do samba. Cantora e compositora, conta com parceiros musicais com os quais promove rodas de samba na orla do Cabo Branco e participa do projeto Sanhauá Samba Clube, no Centro. Lançou recentemente o álbum ‘Samba Teimoso’, com direção musical de Potyzinho Lucena, composto por músicas de compositores paraibanos e também de sua autoria.

Helô Uehara / divulgação

Helô Uehara é cantora e compositora. Iniciou seus estudos na música ainda criança, encantada com as referências que representavam tradições da cultura popular brasileira. Na adolescência voltou suas pesquisas para o Samba de Raiz, do morro, trazido pelas Velhas Guardas, além de referências do afrosamba. Sua inspiração vem da cultura de matriz africana, dos terreiros de umbanda e do candomblé. À frente do Agoiê, grupo de Samba de Terreiro, vem pedindo Agô (permissão) ao povo preto e à ancestralidade do Samba, pra contar, através da música, um pouco dessa história.

Renata Arruda / divulgação

Renata Arruda nasceu em João Pessoa e começou sua trajetória musical em 1984, quando ainda cantava no Coral Universitário da Paraíba. A década de 90, vivendo no Distrito Federal, foi consagrada Cantora Revelação de Brasília e, desde então, é conhecida nacionalmente, participando de shows, festivais, programações culturais, gravando CDs e DVDs e assinando trilhas sonoras de novelas, seriados e composições para inúmeros intérpretes brasileiros.

Salete Marron / divulgação

Salete Marrom nasceu no município de Pombal (PB) e trouxe da família o gosto pela música. Dona de uma voz peculiar, é conhecida na cena local por seu trabalho como cover da cantora Alcione, uma das artistas brasileiras mais prestigiadas no Brasil. Já integrou as bandas Canto Novo, Miragem, Os três do Xamego, Los Primos, Ellos do Samba, entre outras. Atualmente, Salete Marrom encabeça um projeto musical no qual, além do samba, apresenta ritmos como forró, frevo e MPB.

Savanna Aires / divulgação

Savanna Aires é natural de Recife e paraibana de coração. Cantora e compositora, ela iniciou seus estudos de canto em 2011, ao ingressar no Coro em Canto da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Dentre suas experiências, estão o grupo vocal feminino ‘Madrigal Ars Femina’, participação em programas de TV, realização de shows individuais temáticos e a participação no palco com as artistas paulistanas Verônica Ferriani e Rhaissa Bittar. O samba sempre esteve presente na sua vida, o que a fez iniciar, em 2017, o grupo SambaTap, em parceria com a sapateadora Thaynara Policarpo, no qual é vocalista até hoje.

SERVIÇO

Dia do Samba – Ano III
Uma apresentação só com mulheres
Cantoras: Polyana Resende, Helô Uehara, Savanna Aires, Salete Marrom e Renata Arruda, acompanhadas pela Orquestra Popular de Samba de Mulheres.
Data: 02/12/2021, às 20h
Local: Sala de Concertos Maestro José Siqueira – Espaço Cultural
Realização: Funesc e SEMDH
Apoio: Mills Audiovisual e Comunicação
Transmissão: TV Funesc (www.youtube.com/TvFunesc )
Entrada franca.

Minuto Turismo
Ana Celia Macedo
Bacharela em Comunicação Social, pela Uninassau João Pessoa (PB). É Jornalista especializada em Turismo e membro da Associação Brasileira de Jornalistas e Escritores de Turismo seccional Paraíba (Abrajet PB). Durante sete anos foi editora do site de Comunicação para o Turismo, O Concierge, por onde também lançou a revista com o mesmo nome e idealizou e produziu o Fórum Estratégias Inteligentes para um Turismo Ágil (Eita). Adora contar histórias, viajar e escrever sobre suas experiências de viagens dentro e fora do Brasil e por causa disso criou o blog Minuto Turismo, onde também escreve sobre economia criativa, produção associada ao Turismo e sua cadeia produtiva. Simultaneamente, Ana Célia atua como assessora de imprensa e de comunicação, bem como na produção intelectual, escrevendo textos para livros e revistas, blogs, sites, e-books, podcasts, spots, palestras, copy, cursos on-line, projetos e relatórios. Comprometida com a transformação social e espiritual do ser humano, ano passado, se tornou graduanda em Teologia na Faculdade Internacional Cidade Viva João Pessoa (PB). Contato: ana@minutoturismo.com.br

Deixe um comentário