NewsTurismo

Dicas de ouro para embarcar em um roteiro da Disney Cruise Line

Mickey e Minnie / Monica Coscarella

Daí você planeja o tão sonhado cruzeiro na Disney e surgem dúvidas… muitas dúvidas! Pensando nisso, especialistas da Revista Orlando Wish relacionaram dicas preciosas, para que as férias dos sonhos sejam inesquecíveis. Afinal, para garantir conforto e praticidade – seguindo também regras gerais – algumas providências devem ser observadas.

A frota da Disney Cruise Line é composta pelo Disney Wish (que navegou pela primeira vez há um ano, flutuando para fora de uma doca de um edifício fechado, no estaleiro Meyer Werft, em Papenburg, Alemanha), além do Disney Magic (viagem inaugural em 1998), o Disney Wonder (viagem inaugural em 1999), o Disney Dream (viagem inaugural em 2011) e o Disney Fantasy (viagem inaugural em 2012). O mais novo navio – o Disney Treasure – será inaugurado em dezembro deste ano.

Em meio à emoção de planejar o seu cruzeiro, saber o que levar é a chave para garantir uma viagem tranquila. Os cruzeiros Disney vão para variados destinos e, embora os detalhes de uma lista de malas variem de lugar para lugar, há certos itens importantes a considerar.

Bolsa extra – Por exemplo: ao chegar no navio, certifique-se de ter uma bolsa separada com tudo o que você pode precisar para o primeiro dia. “No dia do embarque, os manipuladores de bagagem carregarão sua bagagem para dentro do navio e deixarão no seu quarto. Como o passageiro fica separado de seus pertences por um bom tempo, é importante ter uma bolsa (separada das malas) com tudo o que possa vir a precisar nesse intervalo”, orientam os especialistas.

São pertences como documentos de viagem, medicamentos, dinheiro ou cartão de crédito; mais: itens opcionais como roupas de banho, material de leitura ou um carregador portátil, por exemplo. Esta bolsa também será útil para transportar itens menores – mas indispensáveis – como desinfetante para as mãos, protetor solar, óculos, celular, chapstick etc. 

Na questão do vestuário, independente do destino, o ideal é levar roupas confortáveis, bem como trajes para as atividades oferecidas no navio. “Para cruzeiros, temos o mesmo conselho que fazemos para as férias nos Parques da Disney: certifique-se de estar confortável, mas use roupas que fiquem bonitas nas fotos; lembre-se de que você será visto por centenas de pessoas por dia no navio”.

Há também experiências gastronômicas especiais que vão sugerir roupas específicas para noites formais ou temáticas. Para a noite formal, o usual é levar vestidos, saias, camisas de botão, jaquetas, blazer, macacão. Já para as noites temáticas – como a Noite do Pirata – leve na mala alguns acessórios, itens de roupa ou peças de fantasia para acompanhar o tema.

Na vibe – A equipe da Orlando Wish lembra que em um cruzeiro Disney, entrar na vibe faz parte da experiência. “Inclua na mala acessórios como orelhas do Mickey, vestidos de princesa e fantasias para crianças para conhecer personagens, roupas temáticas da Disney para montar looks lindos e até fazer disneybound. Se desejar, leve na mala um livro de autógrafos e ímãs temáticos para adicionar dose extra de magia à porta da sua cabine”. 

Importante organizar um kit de medicamentos pessoais, sem esquecer de algum próprio para o caso de enjoo. “Muitos não sabem que ficam enjoados até estarem em um navio, então, para estar seguro – em vez de arrependido – recomendamos procurar algumas opções que podem ser úteis durante a viagem. Especialmente se for a primeira experiência em um cruzeiro, vale a pena estar preparado com itens como Sea-Bands ou Dramamine, caso alguém comece a sentir enjoo de movimento”.

Pode, não pode – A Disney Cruise Line fornece uma lista de itens que não são permitidos a bordo, incluindo equipamentos de mergulho, balões, velas, armas e líquidos altamente inflamáveis e substâncias combustíveis.

Sobre alimentação a bordo, os especialistas alertam que, embora o passageiro possa levar comida a bordo, as regras são um pouco diferentes das praticadas para levar comida para os parques da Disney. É possível levar lanches não perecíveis (na embalagem original selada), mas os itens devem ser consumidos ou fechados antes do retorno do cruzeiro ao porto de origem. 

Em relação a bebidas, hóspedes com 21 anos ou mais podem embarcar com até duas garrafas fechadas de vinho ou champanhe, ou seis cervejas  (no início da viagem e em cada porto), mas estas devem ser embaladas em suas malas de mão. Coolers não maiores que 12″x12″x12″ (30x30x30cm) são permitidos como bagagem de mão para armazenar medicamentos, alimentos para bebês ou itens não perecíveis, relacionados apenas a restrições dietéticas.

Assessoria

Ana Celia Macedo
Ana Célia Macêdo é bacharela em Comunicação Social, com habilitação em jornalismo, pela Uninassau João Pessoa (PB) e Teóloga pela Faculdade Internacional Cidade Viva (PB). É membro da Abrajet e da API. Por sete anos foi editora do site de Comunicação para o Turismo e revista O Concierge. Também idealizou e produziu o Fórum Estratégias Inteligentes para um Turismo Ágil (Eita). Ana Célia, adora contar histórias, viajar e escrever sobre suas experiências de viagens dentro e fora do Brasil e por causa disso criou o blog Minuto Turismo, onde também escreve sobre sustentabilidade, economia criativa, produção associada ao Turismo e sua cadeia produtiva. Simultaneamente, a jornalista atua como assessora de imprensa, bem como desempenha atividades de produção intelectual. Ela é pesquisadora no campo da inovação para o Turismo, seu projeto Guias de Turismo em Rede, foi selecionado para participar do Incoday, junto a outras 13 ideias de projetos de pesquisa e desenvolvimento em colaboração, do Brasil e exterior. O Projeto, ou seja, a plataforma “We Guide” (Solução para contratação do serviço do guia de turismo), também foi selecionada para compor as 12 startups iniciais do Parque Tecnológico Horizontes de Inovação em João Pessoa na Paraíba. Contato: ana@minutoturismo.com.br

Deixe um comentário