João Pessoa vai ganhar empreendimento com inspiração aerodinâmica no caça francês Mirage 2000

Rompendo paradigmas, em mais um projeto de vanguarda, a construtora Setai, braço do Grupo GP, está construindo o  Setai Miraj, projeto que teve como inspiração a aerodinâmica  do caça francês Dassault-Breguet Mirage 2000. Projetado pelo arquiteto Léo Maia, o residencial ficará situado em uma das áreas mais pujantes da cidade: o Jardim Oceania, vizinho ao Parque Linear Parahyba II, com  vistas e experiências 360º. São 34 pavimentos com vista para o parque e para o mar, sendo cinco destes dedicados ao lazer, num total de 120 unidades, com apartamentos de 55m² a 240m². Além de uma estrutura completa de lazer com itens entregues equipados e decorados, que incluem duas piscinas, fliperama, coworking, market 24h, pet spa, spa com sauna e sala de massagem, entre outros itens, o empreendimento  oferece também um ambiente confortável e espaçoso para a prática de esportes e outros hobbies, que contempla academia e equipamentos esportivos. 

Inspiração, sustentabilidade e vanguarda – Segundo Léo Maia, o maior desafio neste projeto foi  trazer as formas aerodinâmicas de performance para uma escala tão grande. “Estamos falando de um prédio super robusto, de mais de 30 pavimentos, e que vai realmente transformar o skyline do bairro. Com o Miraj, tivemos  o approach com a arquitetura inspirada no francês Caça Mirage”, comenta Léo.  O projeto alude, ainda, à uma linguagem aerodinâmica  mais curvilínea.  “As próprias aletas (parte da base que há em cada lado de uma coluna ou pilastra) do Setai Miraj são inéditas. Estão sendo prototipadas na fábrica do nosso fornecedor. São aletas que remetem ali, como se fossem as asas do caça e acontece ao longo de toda a torre”,  ilustra Léo.  

Com inovação e funcionalidade, os projetos Setai Grupo GP sempre priorizam que o cliente tenha uma verdadeira experiência hoteleira dentro dos empreendimentos. Com o Miraj não foi diferente. Foram adotadas soluções arquitetônicas que buscam valorizar as áreas comuns. “Teremos ali, praticamente no embasamento do prédio, como se fosse um prédio deitado, uma plataforma de lazer. Ao mesmo tempo, mais em cima, no meio do prédio, temos um orifício, que é  um spa maravilhoso. Desta forma, seja no meio da torre, ou no rooftop, ou em pontos diferentes do prédio, haverá diferentes e novas perspectivas para o morador”, destaca Léo. 

Utilizando-se de plataformas e processos que buscam ao máximo a eficiência em termos de luminosidade e de ventilação,  o projeto do Setai Miraj prioriza o uso de materiais que não impactam negativamente na natureza. “Estamos sempre procurando utilizar esses materiais de ponta, com eficiência máxima do ponto de vista de energia e de relação de luz, para evitarmos o gasto energético”, evidencia o arquiteto.  A sustentabilidade vai desde a prancheta, o desenho dos softwares, até ao canteiro de obras. “O Setai Grupo GP utiliza a plataforma Bee já há alguns anos,  que evita desperdícios na obra. Dessa maneira, é possível manter um canteiro de obras estruturado, organizado e limpo, evitando o uso desnecessário de materiais”, salienta ele.

Para acompanhar todos os detalhes e conhecer um pouco mais sobre o projeto Setai Miraj, o site é www.grupoguedespereira.com.br/exclusive/portfolio/setai-miraj/ O Perfil no instagram é @setaigrupogp

Assessoria

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Telegram
Email
X
LinkedIn

Deixe um comentário

Área reservada para anuncio

378 x 296
🎙️MinutoCast