NewsTurismo

Pontos turísticos para aproveitar em João Pessoa em apenas um dia

Mais um feriado se aproxima, só que dessa vez não vai dar para imprensar e ganhar um feriadão. O dia 15 de novembro, quando se celebra a Proclamação da República, será nesta quarta-feira e o tempo ficará curto para aproveitar a folga. Não para quem mora em uma cidade onde as pessoas passam férias. Em João Pessoa, moradores e visitantes têm muito para conhecer em apenas um dia e, por isso, sempre dá para desfrutar das belezas da capital paraibana.  

Vamos conhecer alguns desses lugares?  

Artesanato – Para quem gosta de um passeio mais leve para aproveitar o dia de folga e também fazer umas comprinhas, a dica é o Mercado de Artesanato Paraibano, um ponto quase que obrigatório de visitação. O prédio, que tem mais de 120 lojas que comercializam o artesanato da região, fica na Avenida Rui Carneiro, em Tambaú.  

Bem pertinho de lá fica também a Feirinha de Tambaú, com 45 boxes onde os artesãos comercializam seus produtos e onde são vendidas comidas típicas do Nordeste – tapiocas recheadas, pratos contendo carne de sol e charque como purê de macaxeira, baião de dois e lanches em geral. A praça também dispõe de uma ampla área de passeio onde acontecem shows e atividades artísticas e culturais. A Feirinha é atualmente uma das principais opções de lazer para visitantes, turistas e moradores da Capital.  

Monumentos históricos – O Centro Histórico de João Pessoa, como o próprio nome já diz, está carregado de boas histórias da cidade e seus monumentos contam muito sobre ela. O Hotel Globo, por exemplo, fica localizado na Praça de São Frei Pedro Gonçalves e também é conhecido por apresentar uma privilegiada vista para o Rio Sanhauá e uma magnífica visão do pôr-do-sol a partir do seu jardim.  

Na Ladeira São Francisco, os visitantes encontram a Casa da Pólvora, um monumento construído por ordem de carta régia do capitão-mor governador Fernando de Barros e Vasconcelos, em 10 de agosto de 1704, e concluído em 1710, na administração do capitão-mor João da Maia de Gama. A Casa da Pólvora integra os roteiros fundamentais para o turismo no Estado.  

Igrejas – Este cenário do turismo de João Pessoa é tão espetacular que compreende um conglomerado inteiro e forma o Centro Cultural São Francisco, também, no Centro da cidade. Lá existe um magnífico complexo arquitetônico formado pela Igreja de São Francisco e pelo Convento de Santo Antônio, além da Capela da Ordem Terceira de São Francisco, a Capela de São Benedito, a Casa de Oração dos Terceiros (chamada de Capela Dourada), o Claustro da Ordem Terceira, uma fonte e um grande adro com um cruzeiro, constituindo um dos mais notáveis legados do Barroco no Brasil.  

A Igreja de Nossa Senhora do Carmo, na Praça Dom Adauto, é um conjunto arquitetônico construído pelos carmelitas composto pela Igreja de Nossa Senhora do Carmo, pelo Palácio Episcopal (antigo Convento Carmelitano e atual sede da Arquidiocese da Paraíba), ambos construídos no século XVI e tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep), e pela Igreja de Santa Teresa de Jesus da Ordem Terceira do Carmo, datada do século XVIII.  

O Mosteiro de São Bento, na Avenida General Osório, segue o estilo barroco, sendo construído pelos monges Beneditinos e formado pelo mosteiro e a igreja, sendo considerado um dos mais importantes do Brasil. A construção do mosteiro data do século XVII, e da igreja, do século XVIII, sendo esta tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 10 de janeiro de 1957.  

E tem, ainda, a Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, que fica na Praça Dom Ulrico. A igreja foi construída em 1586 pelos primeiros colonizadores da Paraíba como forma de homenagear Nossa Senhora das Neves, padroeira da Capital da Paraíba. Era uma edificação simples, de taipa, que foi reconstruída nos inícios do século XVII. As obras e reformas seguiram ao longo dos séculos XVII e XVIII.  

Praças – A Praça Pedro Américo abriga também um grande monumento histórico, o Teatro Santa Roza, inaugurado em 1889 em estilo barroco com fachada greco-romana. Também tem em seu entorno a sede do 1º Batalhão da Polícia Militar e o Paço Municipal de João Pessoa.  

A Praça Venâncio Neiva (Pavilhão do Chá), construída pelo governador Francisco Camilo de Holanda em 1917, fica ao lado do Palácio da Redenção, sede do Governo do Estado. Originalmente foi destinada à prática da patinação e era lá que um grande número de pessoas dedicava as tardes dos domingos e feriados a correr sobre os patins. Mas depois, o presidente João Pessoa demoliu o rinque de patinação, mandando erguer o pavilhão central para o serviço dos chás das cinco, no estilo britânico. A partir daí, passou a chamar-se ‘Pavilhão do Chá’.  

A poucos metros dali fica a Praça João Pessoa – uma homenagem ao ex-presidente da Província, João Pessoa Cavalcanti de Albuquerque. É também chamada de ‘Praça dos Três Poderes’ por abrigar o Palácio do Governo (Palácio da Redenção), a Assembleia Legislativa e o Tribunal de Justiça do Estado.  

Praias – Já nas imediações do Farol do Cabo Branco, na Praia do Seixas, encontra-se o local ideal para os adeptos do mergulho e esportes náuticos: as Piscinas Naturais do Seixas, onde são encontradas centenas de espécies de peixes, algas, moluscos, crustáceos e outros organismos marinhos. Um cenário paradisíaco, repleto de biodiversidade e de momentos únicos para a sua vida.  

Outra opção é Picãozinho, um dos mais importantes pontos turísticos da cidade, sendo desde a década de 1980 explorado turisticamente. Atualmente, existem diversas embarcações que fazem o translado entre a Praia de Tambaú e os recifes.  

Sinônimo de beleza e agitação, a Praia de Tambaú é uma das mais movimentadas de João Pessoa. Os diversos bares, restaurantes e locais com música ao vivo são um atrativo a mais para quem quer aproveitar uma das praias mais lindas da cidade. E fica bem pertinho do Mercado de Artesanato e da Feirinha de Tambaú, portanto, já dá para aproveitar mais de um lugar ao mesmo tempo.  

No extremo Norte de João Pessoa, com 5,3 km de areias brancas e batidas, além de águas esverdeadas e calmas, recifes e coqueiros, a Praia do Bessa é uma das mais procuradas por turistas. A poucos quilômetros da praia, em meio a 4km de corais preservados, o trecho sem ondas conhecido por turistas e moradores como ‘Caribessa’ devido às suas belas águas calmas.  

PMJP
Fotografia: Dayse Euzébio, Kleide Teixeira e Samuel Lima

Ana Celia Macedo
Ana Célia Macêdo é bacharela em Comunicação Social, com habilitação em jornalismo, pela Uninassau João Pessoa (PB) e Teóloga pela Faculdade Internacional Cidade Viva (PB). É membro da Abrajet e da API. Por sete anos foi editora do site de Comunicação para o Turismo e revista O Concierge. Também idealizou e produziu o Fórum Estratégias Inteligentes para um Turismo Ágil (Eita). Ana Célia, adora contar histórias, viajar e escrever sobre suas experiências de viagens dentro e fora do Brasil e por causa disso criou o blog Minuto Turismo, onde também escreve sobre sustentabilidade, economia criativa, produção associada ao Turismo e sua cadeia produtiva. Simultaneamente, a jornalista atua como assessora de imprensa, bem como desempenha atividades de produção intelectual. Ela é pesquisadora no campo da inovação para o Turismo, seu projeto Guias de Turismo em Rede, foi selecionado para participar do Incoday, junto a outras 13 ideias de projetos de pesquisa e desenvolvimento em colaboração, do Brasil e exterior. O Projeto, ou seja, a plataforma “We Guide” (Solução para contratação do serviço do guia de turismo), também foi selecionada para compor as 12 startups iniciais do Parque Tecnológico Horizontes de Inovação em João Pessoa na Paraíba. Contato: ana@minutoturismo.com.br

Deixe um comentário